Aditivo Para Diesel: Para Que Serve? Veja Agora


Aditivo para diesel

Quando as impurezas do combustível limitam o desempenho do veículo, o aditivo para diesel é a solução!

A manutenção preventiva do carro é uma prática que todo motorista que se preze deve fazer. Para garantir que a vida útil dos componentes possa ser prolongada, evitando surpresas desagradáveis. Os motores modernos, especialmente os motores a diesel, podem ser melhorados usando um aditivo para diesel. Vamos descobrir o que é e como funciona:

Aditivo para Diesel, o que é?

O aditivo para diesel é um elemento que permite a limpeza da câmara de combustão, injetores e demais componentes do motor e garante que o motor funcione de forma decididamente eficaz, reduzindo também o consumo.

Em um motor a diesel, as impurezas do combustível podem fazer com que os injetores fiquem sujos e obstruam a câmara de combustão, limitando o desempenho do carro.

Especialmente os motores modernos estão se tornando cada vez mais sensíveis à adição de sujeira e sedimentos que se formam nos tanques de combustível.

Além disso, seguindo as diretrizes nacionais, todos os tipos de diesel devem conter um percentual de biodiesel em torno de 10% do total. Para, dessa forma, diminuir o impacto ambiental da produção de diesel, misturando-o com o derivado de uma fonte de energia renovável.

Nessa mistura, a presença de biodiesel aumenta o acúmulo de resíduos no fundo do tanque e, desta forma, o risco de transferência direta para as câmaras de combustão dos motores tem aumentado ao longo dos anos.

O aditivo para diesel tem a tarefa de eliminar todas essas impurezas e melhorando, portanto, o desempenho do motor diesel.

Aditivo para Diesel: Como funciona

Existem dois tipos diferentes de aditivos para diesel no mercado. O primeiro contém uma composição rica em substâncias biocidas que têm a função de eliminar as impurezas deixadas pelo uso frequente do biodiesel.

Já o segundo, elimina todas as impurezas com a limpeza dos injetores. Pois este remove os resíduos do biodiesel e lubrifica todos os componentes com os quais entra em contato.

Ambos os aditivos podem ser utilizados de forma a garantir um desempenho perfeito ao motor diesel do seu automóvel.

Não existe uma regra geral quando se trata de usar o aditivo para diesel, porém quando você começar a notar uma perda de potência e falhas do motor, então é hora de usar o aditivo para diesel. De qualquer forma, o aditivo pode ser usado a cada 20.000 km.

Outros sinais que indicam a presença de impurezas no motor são: emissões de escapamento significativas, dificuldade de ignição do motor, problemas durante a aceleração, alto consumo de combustível ou paradas frequentes do motor.

Aditivo Diesel: Como Usá-lo

Uma vez adquirido o aditivo diesel, será necessário baixar o nível do combustível para o nível de reserva, para que o tanque fique quase vazio. Posteriormente, o aditivo deve ser despejado no tanque, respeitando cuidadosamente as doses indicadas na embalagem e a seguir reabastecer o carro.

Uma vez que essas operações tenham sido concluídas, então o aditivo diesel executará sua função de limpeza do motor. Tenha o cuidado de repetir este procedimento a cada 20.000 km.

Aditivo de Gasolina

Os aditivos não são reservados exclusivamente para os motores diesel, visto que também existem os aditivos para gasolina. Para garantir o perfeito funcionamento destes, e para ter desempenhos melhores, devemos utilizar o aditivo para gasolina.

Também nesse caso, como para os motores a diesel, o aditivo de gasolina vem em ajuda quando se pretende aumentar o rendimento do motor ou quando se pretende reduzir o consumo e eliminar as perdas de potência.

Sendo que, graças ao aditivo para gasolina é possível melhorar a capacidade de controlar o acúmulo de resíduos, tanto na ponta do injetor como no interior do próprio injetor, e proteger todo o sistema de combustível.

Veja Também:

Buscando novas dicas sobre a área automotiva? Para isso, continue acompanhando o nosso conteúdo!