Câmbio Automático: Como Funciona e Como Usá-lo Corretamente


câmbio automático
Descubra os diferentes tipos de transmissão automática para escolher a melhor!

Sempre existiu aquela discussão entre quem escolhia um carro com câmbio automático e quem prefere a transmissão manual. Hoje, no entanto, a transmissão automática está conquistando cada vez mais motoristas, graças ao conforto inestimável e à tecnologia de ponta.

Transmissão automática: como funciona

A vantagem da caixa de câmbio automática sobre a manual é que você não precisa usar o pedal da embreagem ao mudar de marcha.

Na verdade, a unidade de comando cuidará de tudo isso diretamente e decidirá com total autonomia quando mudar a marcha de acordo com a rotação do motor alcançada. Ao fazer isso, o motorista terá a oportunidade de descansar o pé esquerdo, pois o pedal da embreagem não está presente.

Como usar o câmbio automático

como usar o câmbio automático

O uso da transmissão automática é totalmente diferente de uma caixa de câmbio manual. Aqui, como mencionado, o pedal da embreagem estará ausente, enquanto a alavanca de câmbio pode ser movida para certas posições indicadas por letras. Vamos ver agora quais são:

  • Mova a alavanca de mudança automática para “P” (Parking) isso travará o eixo de transmissão. Essa escolha deve ser feita toda vez que o carro for parado ou estacionado.
  • Ao posicionar a alavanca do câmbio automático em “N” (Neutral), ou seja, neutro, você passará para o ponto morto, enquanto para a ré será obrigatório posicionar a alavanca na letra “R” (Reverse).
  • Para prosseguir com a condução, deverá posicionar a alavanca das mudanças automáticas na letra “D” (Drive) que indica condução ou dirigir.

A passagem da alavanca de uma letra para a outra deve ocorrer obrigatoriamente com o veículo parado.

Transmissão automática: prós e contras

Escolher um carro com caixa de câmbio automático significa adotar uma filosofia de direção diferente de um carro com caixa de câmbio manual.

A ausência do pedal da embreagem, de fato, oferece um conforto de direção incomparável para este último, e os sistemas de última geração, como a dupla embreagem automática, permitem tempos de troca inacessíveis para os manuais.

A desvantagem da caixa de velocidades automática diz respeito ao preço, visto que com a mesma configuração e tamanho de motor um automóvel com este sistema pode custar mais do que uma caixa de velocidades manual.

Tipos de câmbio automático

Graças à constante pesquisa e desenvolvimento e evolução tecnológica, o mundo automotivo apresentou nos últimos anos diferentes tipos de caixas de câmbio automático. Portanto, vamos ver quais são:

Câmbio automático com conversor de torque

No passado, esse sistema não anunciava bem a caixa de câmbio automática devido a mudanças de marchas não muito rápidas e custos excessivos, mas hoje a situação mudou definitivamente. O funcionamento desse dispositivo é explicado rapidamente: o torque de acionamento é transferido por meio de um conversor hidráulico posicionado entre o motor e a caixa de câmbio e, graças às válvulas, é causada uma diferença na pressão do óleo que permite a troca de marcha.

Caixa de câmbio semiautomático

Esse tipo de transmissão automática elimina o pedal da embreagem, mas deixa a escolha de mudar de marcha para o motorista. O semiautomático é apreciado por seu baixo consumo de combustível, desempenho semelhante ao de um manual e mudanças de marcha quase imperceptíveis em sistemas de dupla embreagem.

Transmissão automática de embreagem dupla

Esta caixa de velocidades é a mais avançada e caracteriza-se pela presença de duas embreagens, como se pode adivinhar pelo nome. Uma embreagem é dedicada a relações ímpares e uma para relações pares, e ambas são conectadas a dois eixos de transmissão que giram simultaneamente. A caixa de câmbio de dupla embreagem garante velocidades de troca absolutas e inatingíveis de um sistema manual.

Transmissão Continuamente Variável – CVT

Este tipo de caixa de velocidades automática não possui discos ou engrenagens, sendo que a ligação é direta entre o motor e os eixos. Esse sistema foi adotado pela Toyota e o mesmo permite que o motor funcione sempre com torque máximo, e isso apresenta uma vantagem no consumo.

Veja também:

Precisando de mais dicas e informações sobre carros e motos? Então continue acompanhando nosso conteúdo!