Cruise Control: Tudo o Que Você Precisa Saber

Descubra as principais características deste sistema eletrônico automotivo bastante útil conhecido como Cruise Control.

A evolução tecnológica deu grandes passos no campo automotivo e o Cruise Control é, sem dúvida, um dos acessórios que podem tornar a vida a bordo mais confortável. Vamos descobrir o que é e como funciona!

O que é o Cruise Control?

A definição de Cruise Control significa um dispositivo eletrônico através do qual uma velocidade de direção predefinida pode ser mantida.

O Cruise Control mostra-se muito conveniente em viagens longas em autoestradas. Pois ao definir a velocidade exigida pelo Código da Estrada, você pode descansar o pé direito sem ter que mantê-lo constantemente no pedal do acelerador, pois será a unidade de controle do carro que executará esta tarefa.

Cruise Control: Como Funciona

cruise control e piloto automático adaptativo

O funcionamento do Cruise Control é bastante simples de entender. No volante de um veículo equipado com este dispositivo, ou de uma alavanca posicionada na coluna de direção, existem teclas para definir o Cruise Control.

Para ativar o dispositivo, pressione o botão SET e, em seguida, pressione as teclas + e – até que a velocidade desejada seja exibida no computador de bordo.

Se você quiser recuperar o controle do acelerador, basta pressionar o pedal do freio. Enquanto que, se você quiser ultrapassá-lo pode pressionar o pedal do acelerador e uma vez que a manobra tenha sido concluída, então o Cruise Control vai voltar a trabalhar autonomamente.

Cruise Control adaptativo e não adaptativo: as diferenças

O que falamos até agora é o piloto automático padrão, mas também existe o adaptativo disponível no mercado. Esta definição indica um dispositivo que, além de permitir definir a velocidade de deslocamento pretendida, também permite estabelecer a distância a manter do veículo da frente.

O piloto automático adaptativo, portanto, modera a aceleração com base na distância do veículo da frente, graças à presença de um radar frontal que detecta a distância real entre os dois veículos.

Piloto automático com função de freio: é seguro?

O piloto automático adaptativo também inclui a função de freio, ou seja, o carro reduz a velocidade no caso de obstáculos encontrados na trajetória de viagem.

Claro que, nas primeiras vezes que dirigir um carro que desempenha esta função de forma autônoma, isso pode deixá-lo confuso. Mas graças aos avanços feitos pela tecnologia nos últimos anos, pode-se dizer que o piloto automático é seguro.

No entanto, em qualquer caso o motorista pode retomar o controle simplesmente pressionando o pedal do freio ou da embreagem.

Rodovia e o Piloto Automático

Conforme mencionado brevemente acima, a utilidade do Piloto Automático é apreciada principalmente nas rodovias.

Quem é obrigado a percorrer grandes distâncias todos os dias sabe que o cansaço do pé direito constantemente no acelerador é um problema.

Graças ao Piloto Automático, o pé pode ficar descansando, deixando o carro para manter a velocidade constante sem qualquer intervenção do motorista.

Usando o Piloto Automático na Cidade

Se é verdade que o piloto automático é especialmente apreciado nas rodovias, também é verdade que os aparelhos mais recentes oferecem o mesmo conforto na cidade.

Estes, de fato, também podem ser equipados com a função de movimento de coluna que permite que o veículo seja completamente parado quando na fila. E reinicie automaticamente assim que o veículo da frente comece a se mover novamente.

Leia Também:

Buscando mais dicas sobre tecnologia em carros e motos? Então continue acompanhando nossas novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.